sábado, 13 de novembro de 2010

Tirando tempo para estudar idiomas

Você fala algum idioma além de sua lingua nativa? Li recentemente uma discussão no LinkedIn (rede social profissional) sobre a importância do domínio de idiomas no currículo profissional. Veja o comentário de uma HeadHunter na rede social profissional chamada LinkedIn:


Palavra do Headhunter - Inglês ou Pós-graduação?

Muitos profissionais perguntam a minha opinião sobre o que mais aumenta a empregabilidade - o ingles fluente ou uma pós. Definitivamente é o Inglês fluente! é muito comum as empresas rejeitarem um perfil pela falta do inglês fluente e isso quase nunca acontece com a falta da pós. Antes de adiar seu curso de ingles em prol de uma pós, pense nisso - primeiro o Inglês - depois a pós!
Segue atalho da discussão completa para usuários LinkedIn.

O tema é discutido e endossado por vários recrutadores de empresas nesta rede, mostrando que não se trata de um parecer isolado.  E se você já domina o inglês, porque não pensar numa terceira lingua (ou segunda, se você é nativo na lingua inglesa)?. Vai melhorar ainda mais o teu currículo no mundo globalizado que vivemos!

E então, como vão os seus estudos de idioma? Se você está fazendo curso, ótimo! Se foi fazer "imersão" no exterior por meio de intercâmbio, melhor ainda! Mas se tá faltando tempo ou tá faltando "tempo" (dinhero) pra estudá-lo?

Se você pertence ao último grupo, aqui vai uma sugestão para te ajudar: faço parte de uma rede social chamada busuu.com  cujo objetivo é promover aprendizagem de idiomas. Neste post faço uma apresentação dos principais recursos oferecidos gratuitamente pela rede, para que você aprenda ou aperfeiçoe um idioma estrangeiro. São dezenas de idiomas disponíveis: Inglês, espanhol, alemão, francês, italiano, russo e português (Brasil) são os mais comuns. Mas tem muitos outros como árabe, mongol, romeno, esperanto, etc...

Veja a tela inicial da rede:


A rede tem os recursos básicos de busca por pessoas, informando o idioma nativo de cada um e que idiomas ele está aprendendo. Assim você pode buscar conversar com quem perceba interesse mútuo de troca de informações. Além de mandar mensagem e chat escrito, tem a possibilidade de vídeo e áudio (mas não testei a qualidade do vídeo e áudio pra saber se é bom).



Na área de aprendizagem você seleciona o nível do curso com base em seu domínio da lingua. Os níveis: básicos (A1 e A2) ou intermediários (B1  e B2) seguem uma classificação que eu já havia visto na União Européia.


Uma vez que você selecionou uma trilha (exemplo: B1) há uma sequência de lições a cumprir. Clicando no ícone logo após a seta inicial verde, aparece uma janela com os ícones das 5 etapas a serem cumpridas numa lição. Os ícones que estiverem em vermelho ainda não foram feitas e as em verde estão concluídas. Os ícones PDF e áudio só são habilitados com a conta Premium, que é paga. O resto é de graça.


A primeira etapa é a apresentação do vocabulario com áudio e figuras associadas para facilitar a memorização. A segunda etapa é um diálogo usando o vocabulário aprendido. No terceiro estágio você responde uma pergunta baseada no que aprendeu para treinar a escrita. Você ganha pontos na rede corrigindo as perguntas de pessoas que estejam aprendendo sua lingua nativa. Desta forma promove-se a cooperação gratuita.


No quarto estágio, você é estimulado a conversar com alguém da rede sobre um tema. Pode ser via mensagem ou via chat: você é quem escolhe.


Por fim, exercícios de fixação são aplicados com um score de acertos seus. Uma vez concluído um ícone da trilha, você deve avançar para o próximo, dentro do seu ritmo de tempo.




Se você tiver a conta premium (paga), pode baixar em PDF as anotações de aula e o áudio.
Na minha opinião a rede não dispensa um bom curso presencial do idioma ou uma imersão, mas pode ser usado como complemento e "quebra um galho" quando falta tempo ou "tempo" pra gente.
Um abraço e bom proveito!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
BlogBlogs.Com.Br