sábado, 2 de outubro de 2010

Consumismo - Parte 2

Li esta reportagem na Folha de São Paulo de uma entrevista com o filósofo francês Gilles Lipovetsky. Achei tão pertinentes as suas colocações sobre nossa sociedade de consumo que resolvi divulgar. O "Bem estar" é, sem dúvida, a obsessão patológica da sociedade pós-moderna, o cerne de nossa economia de mercado. Sentir-se "bem" é um dever...custe o que custar...literalmente. Sofrimento ou privação dos prazeres imediatos viraram anacronismo, esquecendo-se que a dor é um alarme de proteção natural. Simplesmente analgesiá-la sem lidar com as suas causas pode ocultar males maiores com conseqüências drásticas a longo e médio prazo.



Segue o link.


"É melhor ir a uma casa onde há luto do que ir a uma casa onde há festa, pois onde há luto lembramos que um dia também vamos morrer. E os vivos nunca devem esquecer isso. A tristeza é melhor do que o riso; pois a tristeza faz o rosto ficar abatido, mas torna o coração compreensivo. Quem só pensa em se divertir é tolo; quem é sábio pensa também na morte.
É melhor ouvir a repreensão de um sábio do que escutar elogios de um tolo." (Eclesiastes 7.2-5)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
BlogBlogs.Com.Br